Pastorais

Pastoral da Criança

Pastoral da Criança - conheça um pouco mais...

A Pastoral da Criança tem como objetivo o desenvolvimento integral das crianças e promove, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político.

 

Em 1992 nasce a Pastoral da Criança que foi implantada nas regiões de maior pobreza e não foi a surpresa que em 1994, em São Pedro do Ivaí, zerou totalmente a mortalidade infantil e a desnutrição, acompanhada e controlada pela Pastoral da Criança. Essa constatação vem por parte do governo, pois causa dessa realidade o município perde uma verba destinada à saúde para suprir a deficiência, como diz o ditado “não morre mais ninguém não precisa de verba”.

 

O trabalho da pastoral é baseado na solidariedade humana e na partilha do saber, visa o desenvolvimento integral das crianças, da concepção aos seis anos de idade, em seu contexto familiar e comunitário, a partir de ações de caráter preventivo e que fortaleçam o tecido social e a integração entre a família e a comunidade.

 

Conta com uma imensa rede de solidariedade, formada por 260 mil voluntários, que atuam em nível comunitário, e que dão sustentação à instituição. O voluntário da Pastoral da Criança realiza mais do que um trabalho junto às famílias que acompanha: ele tem uma missão de Fé e Vida, de fraternidade cristã, de amor e de co-responsabilidade social.

 

Os voluntários da Pastoral da Criança desenvolvem ações de saúde, nutrição, educação, cidadania e espiritualidade de forma ecumênica nas comunidades. As atividades visam promover o desenvolvimento integral das crianças, desde a concepção aos seis anos de idade, e a melhoria da qualidade de vida das famílias.

 

Os líderes da Pastoral da Criança atuam na sua própria comunidade. Por viver no mesmo local, o líder conhece bem a família e as condições em que ela vive e, junto com ela, busca maneiras de melhorar a realidade. O líder também orienta as famílias sobre os seus direitos e deveres e contribui para prevenir a violência doméstica, levando a mensagem da paz, do amor e da solidariedade. As famílias acompanhadas se sentem amparadas e fortalecidas para buscar soluções para os problemas.

Entre as principais atividades desenvolvidas estão:

 

- Acompanhamento das gestantes;

- Direitos e Deveres;

- Cuidados importantes na gravidez: preparo para o aleitamento materno, pré-natal, alimentação, higiene, vacinação, etc.;

- Apoio psicológico, melhoria da auto-estima;

- Acompanhamento de cada trimestre da gravidez: desenvolvimento do bebê no útero queixas mais comuns, sinais de risco;

- Preparo para o parto e pós-parto;

- Acompanhamento das crianças menores de seis anos;

- Desenvolvimento e aprendizagem da criança;

- Aleitamento Materno;

- Avaliação Nutricional;

- Higiene e Saúde Bucal;

- Imunização;

- Orientações para a prevenção e tratamento da diarréia e de Infecções respiratórias;
- Sinais de Risco para a Saúde.


Premissas: Promoção da Dignidade da Pessoa, Cidadania, Espiritualidade e Educação para a Paz.

 

A Pastoral da Criança de SPI conta hoje com:

257 famílias atendidas

314 Crianças acompanhadas

54 crianças com menos de 1 ano de idade

18 gestantes em acompanhamento